top of page
  • Foto do escritorPet Land

Ansiedade por separação

A ansiedade por separação em cães é consequência da inexistência do processo de afastamento do dono.


Um cão adoptado com menos de 3 meses criará um vínculo de apego muito forte com a pessoa de casa, que o limpa, que lhe dá comida, etc., mas aos 4 meses este vínculo deve ser paulatinamente descontinuado.


O problema surge quando este processo não cumpre todas as etapas de forma regular. Estes cães têm uma hiper-afectividade para com a pessoa e não sabem estar sem ela.


O problema surge quando o animal fica privado da presença/vínculo criado.


O cão, ao notar ausência do dono, perde a referência e entra em estado de ansiedade. Este estado de extrema ansiedade pode provocar defecações, micções, vómitos ou outras reações.


Quando o transtorno já tem algum tempo o cão começa, também, a lamber as patas como sintoma de ansiedade, produzindo um granuloma.


Nestes cães observa-se que a ansiedade começa ainda antes do dono sair de casa, ao notarem que se inicia o ritual de saída como, por exemplo, vestir um casaco, calçar-se, apanhar as chaves, etc.


A primeira atitude a tomar para corrigir este problema é romper o vínculo do animal com a pessoa com quem tem fixação. Esta pessoa só deve interagir com o cão por iniciativa própria.


Pode também deixar de associar os rituais de saída a uma saída real. Se o cão associa o vestir do casaco e apanhar as chaves à ausência do dono, pode fazê-lo esporadicamente mesmo que não tenha a intenção de se ausentar, de forma a terminar com a associação do casaco e das chaves à solidão.


Existem produtos farmacológicos que podem ser utilizados para ajudar na terapia comportamental, porém, deve ser das últimas opções a considerar.


Nos gatos, este transtorno é muito menos frequente, porque são animais menos sociáveis e a interrupção do vínculo acontece muito cedo.


No entanto, se este comportamento se verificar nos gatos, deverá utilizar as mesmas terapias, incluindo feromonas relaxantes.


Existem produtos como o Feliway ou Adaptil para aliviar o stress dos animais de estimação através da criação de um ambiente reconfortante para eles.


Há também produtos naturais especificamente desenvolvidos para melhorar os níveis de neurotransmissores como o GABA, Serotonina e Dopamina, que ajudam o animal a melhorar a sua atitude face a ameaças, medos e fobias do cão e/ou gato como, por exemplo, o WeCalm.


Também pode optar por brinquedos interactivos para cães e gatos, numa fase mais avança da descontinuação do vínculo.


Ansiedade por separação em cães


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page