top of page
  • Foto do escritorPet Land

Cancro da mama em cães e gatos

Outubro é o mês de sensibilização para o cancro da mama em mulheres, mas também é o momento para ficar a saber que esta doença afecta também os nossos companheiros de quatro patas. Vamos aproveitar este mês para refletir sobre esta doença e descobrir como cuidar da saúde dos nossos patudos e como prevenir que apareça. 🐶🐱💕



1 - Indivíduos afectados: fêmeas e machos caninos e felinos

Apesar de ser mais comum em fêmeas, afecta ambos os sexos em ambas as espécies


2 - Taxa de incidência: 45% das fêmeas

É o tumor mais frequente nas fêmeas, sendo maligno 50% das vezes em cadelas e quase 100% das vezes em gatas


3 - Sinais e sintomas clínicos

Nódulos nas glândulas mamárias, inchaço e dilatação das mamas, dor ou desconforto frequente e presença de secreções com odor desagradável, são os principais sintomas manifestados


4 - Prevenção é a melhor opção

A esterilização é a principal forma de prevenir, uma vez que reduz significativamente a produção de hormonas que favorecem o desenvolvimento destes tumores.


Já marcou o rastreio anual do seu amigo de quatro patas ou a esterilização? Do que está à espera? É importante que a doença não seja detectada numa fase avançada e esterilizar é a melhor forma de prevenir o cancro da mama em cães e gatos.

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page