top of page
  • Foto do escritorPet Land

O meu cão tem medo do fogo de artíficio, é normal?

Estamos numa época festiva em que o fogo de artifício é frequente, este espetáculo de luzes e barulhos pode ser muito atraente para nós, mas aterrorizador para os cães.


Há imensas pessoas que marcam a entrada do Ano Novo com o lançamento de fogo-de-artifício, esta é uma forma de comemorar a entrada no novo ano.


Os cães têm uma capacidade de audição superior à nossa, sendo desta forma mais sensível a todos os barulhos, principalmente a grandes estrondos. O barulho dos fogo de artifício a rebentar, provoca stress e ansiedade extrema aos cães, que ficam aterrorizados e complemente sem controlo, podendo entrar em estado de pânico.


Por norma, o medo que os cães sentem deste barulho pode ser demonstrado de duas formas: ou tentam esconder-se para evitar o problema ou tentam fugir da situação que lhes provoca desconforto.


Abaixo deixamos algumas dicas para tornar este momento menos aterrorizador.


Passeios longos

Dê passeios longos com o seu cão, principalmente antes da hora de jantar. Este passeios vão cansá-lo e ajudá-lo a permanecer mais tranquilo.


Crie um refúgio dentro de casa

Mantenha a cama o mais longe possível de janelas e portas, pode até fazer uma cabana para que o cão se sinta mais protegido. Um produto indicado, é o uso de feromonas, que pode também acalmar o cão, existem este tipo de produtos disponíveis em difusores, como o Adaptil.


Distracção com brinquedos e comida

Compre um brinquedo novo que possa preencher com alguns snacks ou até mesmo ração. Antes da meia-noite, forneça este brinquedo ao cão, assim ele poderá distrair-se e desligar do que se passa no exterior.


Companhia do dono ou de outro animal de companhia

É essencial que o seu cão tenha companhia, seja dos donos ou de outro animal de estimação. Esta presença irá acalmar o cão, principalmente se for outro animal que não tenha medo destes barulhos.


Minimize o barulho e a luz exterior

Antes de começarem os festejos, feche as portas, as janelas os estores e as portadas. Isto irá inimizar o barulho e a luz exterior, evitando que o cão veja o fogo de artifício.


Não intervenha na utilização do esconderijo

Se o cão se esconder, não intervenha, deixe o cão ficar onde está, é lá que se sente seguro, ele irá sair quando os barulhos terminarem.


Não vá para a rua

Se sabe que o cão vai ficar assustado, ou se não sabe qual vai ser a sua reacção, não vá para a rua com ele. O medo vai fazer com que tente fugir desesperadamente e se solte da trela para ir para casa ou simplesmente começar a correr que nem um louco e sem destino, isto porque os ataques de pânico provocam fugas desorientadas e os cães deixam de ver e ouvir os seus tutores.


Evite a fuga de cães que vivem no exterior

Coloque o seu cão num local seguro, onde não se magoe não consiga fugir. Uma vedação alta pode não ser suficiente, cães em pânico saltam por cima de cercas e grandes vedações, ou podem mesmo atravessar janelas. Se o cão estiver preso à corrente, este pode magoar-se ou sufocar, evite ter cães presos, durante todo o ano, mas principalmente nestas épocas.


Microchip

Para além de ser exigido por lei, a colocação do microchip é de extrema importância. Em caso de fuga, se alguém encontrar o seu cão, vai poder identificar o tutor e entrar em contacto consigo, desde que o leve a um canil, clínica ou hospital veterinário onde possa fazer esta leitura.


Último passeio

Aguarde que tudo volte à normalidade e saia com o seu cão para dar o último passeio antes de dormir, este passeio deve ser curto e com trela.



Conhece mais alguém que tenha um cão com medo do fogo de artifício?

Partilhe as nossas dicas com os seus amigos!


Boas Festas!



o-meu-cao-tem-medo-e-fogo-de-artificio

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page