top of page
  • Foto do escritorPet Land

Porque é que os cães comem erva?

Atualizado: 16 de fev. de 2022

Comer erva é um comportamento super normal nos cães, apesar de ainda não existirem estudos científicos que revelem esta necessidade, há várias explicações possíveis.


Quem tem cães já se questionou certamente sobre qual será a explicação que está por trás do motivo que leva os cães a comerem ervas. Os cães parecem deliciar-se a comer ervas, tal como um herbívoro, no entanto, se experimentar dar-lhe uma alface, muito provavelmente irá rejeitá-la.


Purgarem-se

Acredita-se que os cães comam erva, essencialmente para se purgarem. Depois de comerem erva, muitas vezes os cães vomitam e, desta forma, limpam as toxinas e outras substâncias nocivas. A ingestão de ervas também poderá facilitar a eliminação de toxinas via rectal.

Alguns estudos sugerem que este comportamento é instintivo e herdado dos seus ancestrais, que o fariam para eliminar parasitas intestinais.

Deficiência nutricional

Acredita-se também que os cães comem erva devido a uma deficiência de nutrientes na sua dieta, nomeadamente o metilsulfonilmetano, um tipo de enxofre, desintoxicante natural, cuja função principal é aumentar a permeabilidade das células, levando a que a água e nutrientes fluam nas células, e é desta forma que o organismo se livra de toxinas.

Esta teoria, é apenas isso, uma teoria, dado que, por norma, observa-se a ingestão de ervas por parte de cães alimentados mesmo com dietas equilibradas e controladas e, para além disso, não existem estudos científicos suficientes que o comprovem.


Vontade de saborear algo novo

Uma das razões pelas quais os cães podem ter vontade de comer ervas com relativa frequência é equivalente àquilo que sentimos quando temos necessidade de saborear algo diferente. Para os cães, as ervas são super atraentes, apresentam-se como folhas tenrinhas, frescas, cheias de água e, são doces! A ingestão de ervas pode ajudar a saciar a sede, estabilizar a glicose do organismo, diminuir os níveis de stress e, adicionalmente, é super agradável para o paladar.

Não obstante, os movimentos regulares da mastigação libertam endorfinas que enchem o corpo e a mente do cão de felicidade.



Preciso de me preocupar se o meu cão comer ervas?


Comer ervas não não significa que o cão esteja obrigatoriamente maldisposto, apesar de o poderem fazer por sentirem algum distúrbio no estômago, pode simplesmente significar que o cão sente vontade de ingerir algo diferente. Se reparar, os cães, por norma, cheiram as ervas suavemente, separam várias folhas antes de escolher aquela que preferem, como se procurassem um sabor ou textura especiais.


Em suma, comer relva não é motivo de preocupação, a não ser que o seu cão o faça em excesso ou se, eventualmente, mudou o comportamento de forma repentina. e começou a comer muitas ervas, quando antes não mostrava interesse pelas mesmas.


Deverá ficar alerta se o seu cão vomitar muitas vezes após a ingestão de erva ou se observar dor abdominal ou qualquer outro comportamento que indique que o cão está com dor ou desconforto.


Tenha muito cuidado com o local onde o cão come ervas, certifique-se de que não foram colocados fertilizantes ou outros pesticidas e herbicidas, estes produtos são muito tóxicos, assim como os venenos para lesmas, caracóis e ratos.


Se está preocupado com o facto de o seu cão comer muitas ervas, deve consultar o seu médico veterinário, para uma observação clínica mais detalhada.


Nas ervas podem ser encontrados diferentes tipos de parasitas, é recomendada a desparasitação com frequência, pelo menos 4 vezes por ano.



porque-é-que-os-cães-comem-erva

116 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page