top of page
  • Foto do escritorPet Land

Porque choram os cachorrinhos?

Nos cães, chorar não produz lágrimas, nem está associado a sentimentos complexos, como culpa ou remorso. Mas só quem já viu um cachorro chorar sabe o quanto pode ser angustiante.


Os cães têm várias maneiras de comunicar e o choro pode indicar, desde problemas comportamentais até alterações físicas, como a dor.


Mais do que apenas resolver o incómodo provocado pelos ruídos do choro do cachorrinho, investigar as causas é muito importante para garantir o bem-estar físico e emocional do seu amigo de quatro patas.



5 motivos pelos quais os cachorros choram


Um cachorro a chorar não produz lágrimas, mas sim um som agudo e repetitivo.

Abaixo damos a conhecer alguns dos motivos pelos quais eles choram:


1- Saudades da progenitora

Os primeiros meses de vida ao lado da sua progenitora são fundamentais para o bem-estar físico e emocional do seu cachorro. É a partir dessa relação que ele obtém o seu alimento, os primeiros cuidados e também a sensação de segurança nessa fase delicada.

Por isso, não é de se estranhar que o cachorro sinta a falta deste membro da família quando são separados. Essa saudade, pode fazer com que o cachorro chore e uive, especialmente à noite.

2 - Estranhar uma nova situação

Assim como os cachorros estranham a ausência da progenitora, os cães mais velhos também podem demorar para se habituarem a uma nova situação. Após uma adopção, por exemplo, é relativamente comum que os cães se sintam desconfortáveis e chorem durante as primeiras noites.

Para diminuir esta sensação é importante que o cão receba muito carinho e que tenha um cantinho dele, onde possa sentir-se seguro e habituar-se à nova casa. Desta forma, poderá sentir-se acolhido e as possibilidades do cão chorar e tremer diminuem.


3 - Ansiedade por separação

Um dos transtornos mais comuns relacionados ao choro do cachorro é a ansiedade por separação. Caracteriza-se por comportamentos, como lamber as patas excessivamente, assim como por ladrar em excesso, ter comportamentos destrutivos e também, o choro.


Entre suas causas estão um vínculo muito forte com o dono e a falta de independência e também de estímulos capazes de distrair o seu amigo de quatro patas quando ele está sozinho.


4. Alerta de fome ou de falta de atenção

Por seu ruído alto e persistente, o choro é uma das maneiras mais eficazes do cachorrinho chamar a nossa atenção. É a esse método que muitos cães recorrem quando querem que o dono lhes dê comida ou quando estão carentes de atenção. Ainda mais quando percebem que a técnica funciona, muitos cães até usam o choro a fim de chamar o dono para passear ou brincar.


5. Dores e desconfortos físicos

Até agora, nós falamos principalmente em choro decorrente de desconfortos emocionais. No entanto, o choro dos cachorros também pode indicar outros problemas, como os físicos, especialmente dores agudas nalguma parte do corpo.

Para identificar esse tipo de choro, observe se este começou de um momento para o outro e se está acompanhado de outros sintomas, como falta de apetite e prostração. Em caso de suspeita, leve o seu amigo de quatro patas ao veterinário o quanto antes para uma avaliação.


O que fazer quando o cachorro chora?

Não vale a pena repreender. Em vez disso, é fundamental perceber qual é a causa do problema. Afinal, essa é uma das únicas maneiras que o cão tem para demonstrar qualquer problema.


No caso dos cachorrinhos a chorar à noite, se ele for recém-chegado, recomenda-se verificar se está tudo bem no local onde costuma estar o cãozinho.


Os cachorrinhos necessitam de um cantinho confortável e calmo. É preciso verificar se há comida, água, e se o local está livre de correntes de vento frio. Tendo esses cuidados, a tendência é que o cão se vá habituando à nova situação até parar de chorar.


Vale a pena apostar numa rotina capaz de gastar as energias e estimular comportamentos naturais do animal de estimação. Desta forma, ficará mais cansado e menos ansioso durante a noite e nos períodos em que precisar de ficar sozinho.


Um cão a chorar pode ser indício de diversos problemas. Por isso, se o seu cão permanecer desconfortável, leve-o a um médico veterinário.




23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page