top of page
  • Foto do escritorPet Land

Será que os gatos sentem a falta dos donos?

Provavelmente o que mais se ouve dizer por aí sobre gatos é que estes são muito independentes. No entanto, isso não é bem assim. Os gatos são animais de companhia e dependem muito dos seus donos. É por isso que, os gatos também sentem a falta dos seus donos, como os cães!


Como é que o gato reconhece o seu dono?

Os gatos são animais de uma notável inteligência que evoluíram em conjunto com os humanos. Embora mantenham algumas características selvagens, que nos fascinam, eles também desenvolveram um lado doméstico a partir do qual criam um vínculo com os seus humanos.

Os gatos são muito ligados às suas rotinas e é fácil que stressem quando ocorrem mudanças que nos parecem insignificantes. Assim, os gatos reconhecem perfeitamente, não só a sua família, como o seu ambiente e é por isso que os gatos sentem falta dos seus donos e, de forma geral, dos seus lares, se forem afastados destes. Por esta razão, também são animais que não reagem bem a mudanças ou ao distância dos seus donos quando os mesmos vão de férias, por exemplo.


Os gatos sentem falta dos seus donos?

Os gatos sentem falta dos seus donos e da sua casa ao ponto que podem até morrer quando são abandonados. Nem todos, mas uma percentagem considerável destes animais sofrem tanto com o abandono que ficam sob stress e são completamente dominados por isso. Eles deixam de beber e de comer e acabam por adoecer e ou até mesmo morrer.

Os gatos estabelecem uma ligação importante com o seu humano e por isso se torna difícil a separação. Numa família, esta pessoa é normalmente aquela que lhe dedica mais tempo, que o alimenta, que brinca com ele, ou seja, que interage mais. O gato, por outro lado, mostra a sua dedicação quando se roça nessa pessoa e também quando começa a ronronar com as festinhas, principalmente. Há ainda gatos que mostram este afecto quando vão a correr para a porta assim que o seu humano de referência chega a casa e o recebe, também, com miar de saudação.


Adaptação de um gato numa nova casa

Como já falado anteriormente, os gatos sentem a falta dos seus donos e lembram-se deles ao longo da vida, mas é possível adoptar um gato adulto, mesmo que seja idoso, há sempre possibilidade de se adaptar a um novo lar. Para isso, é essencial oferecer o ambiente estimulante e enriquecido, onde possa realizar as suas actividades e típicas desta espécie, como brincar, arranhar, subir a lugares altos a partir dos quais pode cuidar do seu território, dormir e descansar, melhor ainda se houver um espaço onde possa apanhar sol.

Deverá também ter uma ou duas caixas de areia, água limpa e fresca sempre disponível e também alimentação de boa qualidade. Não se esqueça de ter os cuidados de saúde em dia como, desparasitação, vacinas e check-ups veterinários relevantes.

A sua adaptação e o tempo com que levará a acontecer em pleno, dependerá muito de gato para gatos, é apenas uma questão de ter paciência, não forçar o contacto e dar espaço e tempo para se adaptar e estabelecer um vínculo de confiança com o seu novo dono.

Pode utilizar feromonas calmantes que o irão ajudar a tranquilizar. Ofereça comida como recompensa para que ele posso ligar a vossa relação a momentos positivos.



35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page